Deixem o vosso e-mail para receber notificações de novos artigos...e ganhar brindes

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

American Reunion



O primeiro American Pie mantém-se para mim como uma das experiências mais memoráveis numa sala de cinema. Rir, rir, e mais rir até doer! Um filme que ficou nas salas nacionais durante meses a fio (coisa que hoje em dia é quase impensável) e que esgotava até às sessões da meia noite. 
Tinha a idade ideal para ver American Pie, e critiquem-no como quiserem, a verdade é que foi uma daquelas comédias de iniciação que marcou uma geração.

American Reunion é uma agradável viagem pelas fragatas da memória (não muito distantes ainda). Vive totalmente da nostalgia, e nem sequer se dá ao trabalho de tentar implementar elementos das neo-comédias dos últimos anos e o seu humor sempre subversivo, desviante e hipster (refiro-me à escola de Judd Apatow). E ainda bem que assim é. Nem valeria a pena. American Reunion claramente não tenta ganhar novos fãs, mas "apenas" agradar aos originais. As referências mais marcantes estão todas cá, assim como as principais personagens dos primeiros filmes. Nada parece implementado de forma forçada ou apressada. O filme é suave e relaxante, faz rir e sorrir, e não chateia. É um bocado secante...mas lá está, a idade agora é outra. Nem tudo o que costumava fazer rir até chorar funciona 13 anos depois. As brincadeiras mudam, assim como a atitude de cada um perante o humor. As personagens de American Reunion são as primeiras a  assinalarem isto mesmo, portanto aqui não existe espaço para cinismos. Vale a pena ver...

Sem comentários: