Deixem o vosso e-mail para receber notificações de novos artigos...e ganhar brindes

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Portugal. The Man


Vivemos numa era de tamanha diversidade criativa e artística que uma música destas com este nível de produção (musical e de vídeo) consegue passar virtualmente despercebida de todo o público em geral. O que seria desta música se tivesse sido feita há três décadas atrás? Seria hoje considerada um clássico e aclamada até pelos mais cínicos e resistentes ao novo e actual? Irrelevante. Trata-se apenas de um exemplo mais ou menos aleatório (a escolha desta música).
Mas existe tamanha quantidade, tamanha escolha e massa por onde escolher. E é esta liberdade que faz da internet o mais forte e eficaz canal de transmissão cultural da Humanidade. É no fundo a nossa identidade e personalidade. São as nossas escolhas. A liberdade de escolha. É isso que temos de preservar.

Sem comentários: