Deixem o vosso e-mail para receber notificações de novos artigos...e ganhar brindes

quarta-feira, 23 de março de 2011

The Adjustment Bureau


Ok este apanhou-me completamente de surpresa!

Agentes do Destino em português, a única coisa que conhecia deste filme era o seu poster que já tinha visto várias vezes nas bilheteiras de cinema. A outra coisa que sabia em relação a ele é que não sabia nada sobre ele, e por isso pensava que, provavelmente, seria um filme ultra medíocre, genérico e desinteressante (e o poster ajuda bastante a chegar a essa conclusão).

Portanto, acabei por ir ver não sabendo absolutamente nada sobre o seu conteúdo (nem sequer alguma vez tinha visto um trailer ou mais imagens), e a verdade é que acabei por ficar positivamente surpreendido. Agentes do Destino é talvez o melhor filme mediano que vi nos últimos anos! Ou seja, não é um filme muito bom, nem suscita grandes emoções ou impressões, e muito menos deixa longos rastos de memória após o seu término...mas ao mesmo tempo, é um filme bastante porreiro e que se vê com um à vontade e leveza impecáveis!
O que a inicio parece ser mais um filmezinho sobre uma tramóia qualquer politica conspiratória com relação amorosa enfiada a ferros lá pelo meio, rapidamente se revela, afinal, numa surpreendente e original narrativa com uma bem vincada espinha dorsal de ficção cientifica e cinema fantástico. E mais não digo para não estragar.

Eu até diria que isto tem um certo potencial pra ser um pequeno/pseudo filme de culto, e conseguem-se sem duvida retirar várias interpretações e significados da mensagem do filme e dos seus simbolismos.
Por isso, sim, gostei. Certamente ter entrado na sala sem saber nada sobre o que iria ver contribuiu fortemente para esta minha surpresa e consequente apreciação (neste caso! Não é regra.), mas ainda assim não tenho problemas em recomendar Agentes do Destino. É um bom híbrido entre a leve comédia romântica/drama e um filme fantástico com ritmo de perseguição constante e suspense. Porreiro.

P.S.: Um pormenor. Durante o filme consegue-se ver, por três vezes (em três momentos separados a grande distancia uns dos outros) o microfone da equipa de realização no topo do ecrã. Achei curioso, e aparentemente toda a gente que estava na sala de cinema comigo também já que toda a gente comentou. Quase que pareceu ter sido feito de propósito, embora não estivesse de maneira nenhuma ligado com o argumento do filme. Fica registado como gaffe então.

Sem comentários: