Deixem o vosso e-mail para receber notificações de novos artigos...e ganhar brindes

sábado, 11 de setembro de 2010

The Beekman

Hoje, e como é o 11 de Setembro, em vez de falar das destruidas Torres Gemeas do World Trade Center de Nova Iorque, prefiro olhar para o presente e futuro arquitéctonico da cidade. 

Em 2001 dois dos mais icónicos edificios do mundo foram destruidos (por causas ainda muito obscuras e repletas de duvidas e intrigas por descortinar), mas o mundo não pára, nem tão pouco a cidade alvo dos ataques. Os planos pra preencher o espaço que ficou vazio com a queda das Torres Gemeas prosseguem com as obras da futura Freedom Tower. Mas não é dessa que quero aqui falar.
Como grande entusiasta e apreciador de arranha-ceus (como se isso nao tivesse ficado bem claro neste meu artigo), tenho vindo a seguir atentamente nos ultimos anos ao progresso de um novo e fascinante edificio em Manhattan, The Beekman. The Beekman está já numa fase muito avançada da sua construcção, com o esqueleto completo e façadas exteriores tambem já praticamente concluidas, sendo já perfeitamente visivel e compreensivel o seu aspecto exterior final. Erguendo-se a 268 metros, e agrupando 76 andares, a torre entrará directamente para o top 10 de arranha-ceus mais altos de Nova Iorque, nomeadamente para a oitava posiçao, logo atrás do clássico Citigroup Center e logo á frente da monolítica Trump World Tower.
The Beekman, embora não extraordinariamente alta (no contexto global de arranha-ceus e arranha-ceus super-altos - 'supertall skyscrapers', a partir de 300 metros de altura), é uma daquelas torres que se impõem com muita facilidade no seu cenário envolvente. "Gorda", muito imponente, e com um design original e irreverente...quase feio até, mas que é ao mesmo tempo muito futurista e arrojado, embora numa maneira não muito obvia e mais ou menos subtil. Os pormenores que fazem The Beekman uma estrutura tão interessante ao olhar sao talvez subtis, mas a obra no seu todo é muito pouco dada a subtilezas, rasgando a paisagem de forma descomplexada e sem pedir desculpa á vizinhança, como quem diz "agora quem manda aqui sou eu!".

The Beekman é apenas um de muitos arranha-ceus actualmente em desenvolvimento que eu vou acompanhando. Não é meu favorito (de novos arranha-ceus), mas devo admitir que anda lá perto. Nao é um edificio muito obvio, mas acho que olhando pra ele se torna imediatamente óbvio o porquê de ser um projecto tão interessante e merecedor do nosso fascinio.


PS: Como sempre, uma só imagem nao faz de maneira nenhuma justiça a um arranha-ceus desta envergadura, e para melhor apreciar os pormenores de design, será indispensavel recolher umas quantas fotos de close-ups. Quem estiver interessado, é só googlar (ou bingar, se quiserem apanhar com umas imagens x-rated pelo caminho).

Sem comentários: