Deixem o vosso e-mail para receber notificações de novos artigos...e ganhar brindes

domingo, 2 de maio de 2010

Train à Grande Vitesse


Epá chamem-me ingénuo, mas eu acho que grandes investimentos como o TGV (sobretudo) e o novo aeroporto são precisamente aquilo que um país em profunda crise como Portugal precisa! 
Se se começa a cortar com os investimentos e planos todos, e se começa a penalizar os (variados) rendimentos do povo e a retirar poder de compra e confiança á populaçao, entao aí cai-se num marasmo total! O mercado interno paralisa-se, os investimentos estrangeiros, por falta de confiança, desaparecem, e consequentemente, toda a economia estagna. Para além disso, as politicas de "remendo a curto prazo", como sao aliás quase todas as politicas eleitas pelos governos pertencentes á tradicional democracia de eleiçoes ciclicas/rotativas, raramente servem o interesse a longo prazo de um país. Sao remendos pronto. E já se sabe que em Portugal a politica é mediocre...em Portugal vai prá politica quem é feio, gordo, frustrado e com pouca auto-estima (salvo algumas excepçoes)...e isso nota-se nas decisoes tomadas pelos poderes soberanos. Com isto quero dizer que em Portugal, regra geral, nao se faz nada! Ora é por isso que apoio o TGV. Pelo menos se fizer-mos o TGV, ficamos com ele feito pro futuro, pró que der e vier. Vai afundar ainda mais as nossas contas? Epá...e perdoem-me o teor anarquico...que se lixe! Já tamos afundados! Nao é pra isso que serve a Uniao Europeia? Mas desde quando é que nos tornamos selectivos no que toca ao facilitismo?! 
Deixem o plano do TVG avançar de uma vez por todas que ja estamos demasiado atrasados pra apanhar essa carruagem de qualquer forma. 
Estou totalmente de acordo com Socrates quando ele diz que o investimento é uma aposta no futuro. Uma aposta indispensavel. Se um gajo nao investe, e começa a descascar no povo...um país morre! Fica negro e sem direcçao.
Chamem-me de ingénuo, mas em 2022 eu quero ir a Madrid ver o jogo Real contra Valencia na segunda volta do campeonato. E quero ir de TGV a sair do Porto. Até porque já se sabe que nessa altura vai rebentar um vulcao qualquer ali nos arredores de Marselha que irá dar cabo de todo o espaço aéreo Europeu outra vez.

Sem comentários: