Deixem o vosso e-mail para receber notificações de novos artigos...e ganhar brindes

sábado, 5 de dezembro de 2009

Nip/Tuck - Ponto da situação

Continuo a considerar as três primeiras seasons de Nip/Tuck como o conjunto supra-sumo do melhor que alguma vez se fez em series televisivas a nivel de escrita, desenvolvimento de personagens e representaçao (melhor serie, no seu todo, é obviamente Battlestar Galactica).
Mas o que acontece é que agora já vamos na sexta season de Nip/Tuck, e as coisas nao têm corrido bem, to say the least. Desde o inicio da quarta season que a serie se tem vindo a comportar como um comboio indiano que descarrilou no topo dos Himalaias e vem caindo pelas montanhas baixo, sempre aos trambolhões, sem terra plana á vista que pare este horrivel acidente.

Aquando da quarta season ainda se pensava que aquela seria apenas a inevitavel má temporada da serie a que poucas conseguem escapar, mas depois veio a quinta season...que só foi pior. E agora estamos na sexta que é...nem sei o que é. Pois o problema de Nip/Tuck é que perdeu qualquer fio narrativo condutor que consiga orientar a serie, tendo-se tornado num autentico laboratorio de cosmeticos onde as personagens principais servem de macacos cobaias para as mais disparatadas experiencias dos argumentistas, restando no final muito pouco daquilo que nos fez inicialmente gostar tanto nas personagens e na serie.
Mas então porquê continuar a assistir a Nip/Tuck? Bem, apesar de tudo, o carisma dos dois protagonistas, Sean Mcnamara e Christian Troy mantém-se, e sao eles a principal razao para ainda se continuar a ver cada episodio. Além disto, os argumentistas lá conseguem ainda de vez em quando criar situaçoes geniais tao realisticamente surreais que apenas residem em Nip/Tuck.
Mas a magia das tres primeiras seasons já lá vai. Os arcos de historia super complexos, surpreendentes e repletos de twists já nao existem. Até as personagens extras recorrentes desertaram quase todas da serie (umas assassinadas, outras evaporadas, outras sabe-se lá).

O que resta hoje em dia de Nip/Tuck é um enorme acidente rodoviário. E claro, toda a gente gosta de ver um acidente, desde que se esteja a uma distancia segura e confortavel (normalmente á frente de uma televisão). O problema aqui é que nós, o espectador, estamos sentados no lugar do morto...

1 comentário:

Lucífera disse...

Como eu te entendo...