Deixem o vosso e-mail para receber notificações de novos artigos...e ganhar brindes

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Cathédrale Notre-Dame-de-Strasbourg


Tive recentemente o prazer de visitar a cidade francesa de Estrasburgo, capital da Alsácia.

A cidade é de uma beleza e interesse historico e de lazer totalmente surpreendentes. Uma cidade com um centro historico que parece saido de um autentico conto de fadas e levando-me a pensar de imediato na ficticia cidade de Bowerstone do universo do videojogo Fable, tão obvias que sao as influencias e parecenças. Uma cidade grande (relativamente), dinamica, movimentada, cosmopolita, e tal como já referi, de uma imensa e singular beleza.

Todos nós nas nossas viagens e deslocações nos deparamos com uma construção, um edificio, uma obra...em que ficamos de queixo caído. Algo que nos marca profundamente e que nos deixa com uma sensação interior de tremenda ignorancia e vergonha pessoal..."Wow! Nunca pensei!".
Tal até hoje nunca me tinha acontecido. Pelo menos não com a itensidade que senti em Estrasburgo quando dei por mim em frente á colossal Catedral de Estrasburgo, a "Cathédrale Notre-Dame-de-Strasbourg".
Depois de já ter estado face a face com alguns dos maiores arranha-céus do mundo, foi preciso uma "simples" igreja medieval francesa com mais de 600 anos , aqui tao perto de casa, para me tirar o sopro!

Erguendo-se até uns incriveis 144 metros na ponta agulhada da sua solitaria torre (a segunda nunca chegou a ser construida) e com uma fachada tao imponente, tao mastodontica e ricamente trabalhada, a Catedral de Estrasburgo é uma tal obra que nos faz realmente sentir pequenas formigas a olhar para o céu! Nunca fiquei com tantas dores de pescoço como aquelas que sofri consequencia da minha insistencia em observar a torre da Catedral, quase como se a insistencia talvez me fizesse eventualmente vislumbrar algo que mais ninguem vê. Como termo de comparação, 140 metros equivale a um edifico que tenha algures entre 30 a 40 andares! Autentico arranha-ceus medieval, é dificil de imaginar sequer o impacto que este tipo de construçao teria nas populações locais aquando da sua construcção.
Tenho bem noçao que esta não é a mais alta catedral do mundo, mas no caso desta de Estrasburgo, não é só a altura que impressiona. É sobretudo a altura da torre aliada á titanica imponencia da fachada, algo que só com a devida visita in loco se pode ter noçao, sendo este um daqueles casos em que fotos sao totalmente incapazes de lhe fazer a devida justiça.

Escrevo este post porque, como grande amante das grandes construcções humanas (sou uma especie de spotter de arranha-céus), senti-me profundamente tocado por ter sido preciso uma obra tão anciã, tao velha, para me arrebatar dos pés á cabeça!
Fica a recomendaçao para quem ainda por lá não passou. Um optimo destino turistico. Um entre tantos e tão diversos que a França tem para oferecer.

Sem comentários: