Deixem o vosso e-mail para receber notificações de novos artigos...e ganhar brindes

sábado, 23 de agosto de 2008

Experiencia Falhada


Ok eu nao costumo utilizar este espaço para dizer mal. Normalmente é pra dizer bem...bem de series, de filmes, de jogos, etc. Mas agora sinto-me obrigado a dizer mal, muito mal, do ultimo filme que acabei agora mesmo de ver - The Host.

Há muito tempo que andava naquela de "epá tenho que ver este filme!", e ontem, finalmente, e porque estava a um preço bastante reduzido, acabei por comprar o raio do DVD.
Na parte de trás da caixa podem-se ler os seguintes elogios:

"Capaz de ir ao ringue lutar com King-Kong, Godzilla e Aliens pelo titulo n1 da
historia do cinema" in Jornal Expresso.

Bem, depois de ver The Host, so posso concluir que se estavam a referir ao King-Kong de Peter Jackson, ao Godzilla americano de 97 (hmm mas até gostei desse) e ao Alien 4, que realmente, são todos filmes bastante fraquinhos, e nesse caso não só The Host conseguiria lutar pelo primeiro lugar, como sem duvida pelo meio ainda bate alguns records mundiais de pobreza cinematografica.


"Nunca houve um filme de monstros como The Host" - Variety, EUA
Concordo plenamente.


"***** IMPRESCINDÍVEL. O pior: absolutamente nada."
Isto é um exemplo básico de anulação por defeito. 0-0=0. Logo se o filme nao tem nada absolutamente nada de melhor, tambem se pode considerar que nao tem absolutamente nada de pior (ok isto nao faz sentido, paciencia).

Enfim, nao percebo como é que este filme até hoje foi tão unanimamente elogiado, tanto pelo publico, como tambem pela critica e em varios festivais de cinema.

Eu sofri a ver The Host!!! Sofri! Eu estava a ver isto e nunca, até ao final, consegui perceber exactamente o que estava a ver: se uma comédia completamente falhada, se um filme de Monstro/acçao completamente falhada, se um drama familiar completamente falhado, se uma sátira ao género (de monstro) completamente falhada, se uma satira politica falhada, ou, na hipotese que me parece mais próxima da realidade, uma tentativa completamente falhada de misturar todas estas experiencias que referi. De qualquer forma, e sem sombra para qualquer tipo de duvidas, é uma experiencia totalmente falhada!

Nem sequer vou entrar em pormenores a explicar exactamente o que faz deste filme mau, porque só a ideia de tar a pensar em tais pormenores me deixa intelectual e mentalmente exausto. Digamos apenas que há uma cena a meio do filme em que uma personagem está a contar uma historia sobre uma outra personagem que está a seu lado a outras duas outras personagens que tambem estão a seu lado (o filme é ainda mais estupidamente confuso, acreditem), e estas duas ultimas personagens, embora a historia seja supostamente comovente, adormecem de tao aborrecidas que estão. Ora isto além de ser uma cena de comédia/drama totalmente falhada, é tambem um novo record de imersão pró espectador, pois eu, e acreditem que é verdade, quase que adormeci juntamente com as duas aborrecidas personagens. WOW, ya! This movie haz da powerz!

E nem me façam falar da música clássica!
Sim, toda a gente já sabe que é quase impossivel ver um filme coreano realizado nos ultimos 10 anos que nao inclua musica clássica, mas este The Host abusa! Praticamente toda a banda sonora é musica clássica, e o pior é que nao combina nada com aquilo que vemos no ecra.

Bref, queria só fazer uma pequena rant a este filme falhado e acabei por escrever mais do que aquilo que lhe era merecido.

Só quero é, mais uma vez, sublinhar que eu sofri a ver este filme! Foi fisicamente, e sobretudo mentalmente, doloroso, agoniante e muito, muito aborrecido ver este filme.

The Host é mau, muito mau! E nem tou a falar do bicho...

*e neste nem meto "imo", porque eu comprometo-me a sofucar até á morte com folhas de eucalipto qualquer pessoa que discorde da minha opiniao....que nao é uma opiniao*

1 comentário:

RESSACA ® disse...

Pedindo antecipadas desculpas pela “invasão” e alguma usurpação de espaço, gostaríamos de deixar o convite para uma visita a este Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...